Consumidores pagarão somente por água consumida, não por ar

As pessoas que se sentirem lesadas pelo marcador de água da Sanepar, nas residências de Francisco Beltrão, poderão recorrer à empresa concessionária, e solicitar a instalação de um hidrômetro, para inibir o ar que passa pelos canos. O projeto de lei que garante esse serviço foi proposto pelo vereador Dile Tonello(PMN) e sancionado pelo prefeito Cleber Fontana(PSDB) nesta semana. Portanto, a partir agora, a Sanepar tem a obrigação de instalar um equipamento inibidor de ar, sem custos adicionais da tarifa de água para o consumidor, para que as pessoas saibam que estão pagando somente pelo consumo de água do mês.

Após a solicitação comprovada do consumidor junto à concessionária do serviço público de abastecimento de água, a empresa terá o prazo máximo de 30 dias para efetuar a instalação do equipamento eliminador de ar na tubulação do imóvel. O não cumprimento da lei, vai acarretar em multa à Sanepar de 10 Unidades de Referência do Município de Francisco Beltrão(URMFB), acrescidas de mais 10 URMFB por dia de atraso.

O vereador Dile ficou satisfeito com a promulgação da lei feita pelo prefeito e disse que todos serão beneficiados com este projeto. “A obrigação da concessionária é entregar água e não ar, e por consequência da mesma forma efetuar a instalação de equipamento inibidor de ar, para evitar que o ar passe pelo hidrômetro do consumidor. Ocorre que no município tem acontecido frequentemente casos de falta de abastecimento de água e por consequência disso, acaba entrando muito ar na rede de distribuição e esse ar passa pelos hidrômetros e obviamente acaba sendo pago pelo consumidor. Essa situação é absurda e injusta”, finalizou o vereador.

%d blogueiros gostam disto: