Vereadora propõe crematório municipal

Em Francisco Beltrão existe um crematório particular, e de acordo informações estão havendo a cada dia, mais adesões da população. Pensando pelo lado ambiental, a cremação do corpo humano, segundo os especialistas, é o futuro. Pelo lado estrutural, se torna necessário, pois os dois cemitérios de Francisco Beltrão já estão superlotados, com poucos espaços disponíveis. Mas há quem pense pelo lado emocional ou religioso, e não concorda com a cremação do corpo humano, após a morte. Com todos esses pontos de vista, a vereadora Elenir Maciel(PP) apresentou um requerimento, sugerindo ao Executivo Municipal, a viabilidade de construção de um crematório municipal para atender a falta de espaços nos cemitérios e a questão ambiental. Porém, ela deixou claro, que se por ventura, fosse construído esse local, a vontade das pessoas seriam respeitadas, e não seria obrigatória a cremação, mas sim, opcional. “Francisco Beltrão está com a capacidade de espaço físico dos cemitérios quase que totalmente esgotada e o problema só se agrava com o passar dos anos. O custo de manutenção de um cemitério é muito maior do que o empregado em cremações. Essa tendência é observada no mundo inteiro com a popularização da cremação dos mortos. Lembrando que a cremação será opcional e dependerá da vontade do falecido ou de seus familiares, respeitando-se assim o credo e a vontade do indivíduo. Além disso, isenta de custos futuros como anuidades ou manutenção cemiterial, trazendo economia para os cofres públicos e para nossa comunidade. A cremação pode contribuir como inovação no atendimento social e prestação de serviços realizados pelo município, além de garantir saúde pública”, explicou a vereadora.

%d blogueiros gostam disto: