Câmara devolve aproximadamente R$ 2,4 milhões para a Administração Municipal

A Câmara de Vereadores organizou na manhã desta sexta-feira, 21, uma rápida solenidade para devolver aos cofres públicos da Administração Municipal, os recursos não utilizados no orçamento para 2018. Foi depositado na conta da prefeitura, em forma de devolução o valor de R$ 2.468.991,53.

O orçamento destinado ao Poder Legislativo, de acordo com o artigo 29a, da Constituição Federal, é de 7% do total, do município para o ano. Portanto, a Câmara tinha, por direito, R$ 9,1 milhões. Porém, o controlador interno e a vereadora presidente Elenir Maciel(PP) requisitou R$ 5,1 para o uso do Poder Legislativo em 2018. Destes, foram gastos em reformas, mobiliários, materiais de expediente e salários aproximadamente R$ 2,6 milhões. Por isso, graças a um rigoroso controle de gastos no decorrer do ano, a Câmara economizou e pode devolver ao Poder Público, e de certa forma para a população beltronense, R$ 2,4 milhões. “Se formos levar em conta o dinheiro que não foi requerimento, mais aquilo que economizamos, estamos devolvendo para a Administração mais de R$ 6 milhões”, disse Elenir.

O prefeito Cleber Fontana(PSDB) e o vice Antonio Pedron(PSC) receberam o cheque simbólico das mãos do gerente da Caixa Econômica Federal, Cassyos Gerhardt, da presidente da Câmara, Elenir Maciel(PP) e dos vereadores Zé Carlos Kniphoff(PDT), Silmar Gallina(PSDB) e Ademir Walendolff(PRP).

O prefeito Cleber Fontana agradeceu aos vereadores pela economicidade do Legislativo. Sobre a utilização do recurso, Cleber informou que serão pagos precatórios, que se arrastam por mais de 10 anos. “Só em 2018, o município foi intimado a pagar mais de R$ 7 milhões em precatórios, sendo que uma parte já foi pago, outra parte até o dia 31 deste mês e outra parte parcelada para os próximos anos”, disse o prefeito.

 

%d blogueiros gostam disto: